O que se esconde no nome?

Tenho tido bastantes perguntas sobre a origem do nome do canil... Lamento desiludir os mais “românticos”, que imaginaram mil e uma histórias para o termo Aradik, mas a verdade é que... não significa nada, é apenas um jogo de palavras!

Desde miúda que sabia que o canil que um dia teria se iria chamar “da Salsicharia” – afinal, a minha raça é o Teckel (popularmente chamado Cão Salsicha). E para o Drever também dava! Mas depois, “resolvi” arranjar os Barbados da Terceira, pelo que esse afixo deixava de fazer sentido. Tive de arranjar outro.

De onde vem então o termo Aradik?

No Canil d’Alpetratínia, onde o nosso canil teve a sua origem, havia um cão, o Dick. Este cão tinha sido resgatado de um canil de abate e foi recuperado de uma série de problemas comportamentais. No entanto, alguns permaneceram mais ou menos latentes, e havia algumas situações em que o Dick fazia uma certa expressão que se sabia que queria dizer “pára o que estás a fazer ou levas uma dentada”. Era uma expressão tão característica, que começamos a dizer, em outras situações com outros cães que encontrávamos, que esse cão tinha “ar à Dick”. Era simplesmente uma expressão que soava bem e que de forma rápida nos dizia o que precisávamos de saber acerca das intenções do cão nesse momento.

Ora, quando fiz a minha primeira ninhada, precisava de arranjar rapidamente um afixo. “Ar à Dick” era uma expressão que já tinha entrado no jargão corrente, e que tinha um som engraçado. E assim ficou, adaptando-a a uma única palavra – Aradik.

No entanto, isto não quer dizer que os nossos cães tenham “ar à Dick”, muito antes pelo contrário – temos orgulho no carácter dos nossos cães! Mesmo (e sobretudo) no Barbado da Terceira, raça que em alguns meios tem reputação por ser tímida, desconfiada e/ou agressiva, os nossos cães mostram uma expressão de acordo com o seu carácter, confiante e extrovertido! Duvida? Venha conhecê-los e confirmar por si mesmo! ;)