A saúde no Barbado da Terceira

Sendo uma raça relativamente recente, pouco se sabe sobre os problemas que poderão afectar o Barbado. Tipicamente são animais robustos e saudáveis, que não exigem grandes cuidados a nível veterinário, para além das vacinações, desparasitações e check-ups regulares. No entanto, e dado que apresentam uma elevada resistência à dor, qualquer alteração no seu comportamento normal ou apetite deve ser vigiada, pois estas são frequentemente o único sinal que algo se passa.

Tal como ocorre com as restantes raças de médio e grande porte, existe propensão para a displasia da anca.

Com base na nossa experiência de despistes de displasia (isto é, para controlo, sem que os animais apresentem sintomas clínicos), podemos afirmar com conhecimento de causa que sim, a displasia da anca existe na raça, independentemente do que outros criadores (que não efectuam despistes) possam dizer.

No entanto, e em virtude do porte moderado da raça, se os animais tiverem uma vida moderadamente activa, os animais displásicos não parecem ser particularmente afectados. Aliás, alguns dos nossos cães displásicos são os mais brincalhões que temos! ;)

Quanto a displasia do cotovelo e problemas de olhos, nenhum dos cães que temos examinados é afectado por estas patologias.